Abv 970

Saúde afirma que vai redobrar vigilância contra Flurona em MS

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), está vigilante quanto a infecção simultânea de Covid-19 e o vírus da Influenza, conhecida como Flurona, em Mato Grosso do Sul. A SES tem recomendado à população para que procure uma unidade de saúde para se vacinar caso ainda não o tenham feito – a vacina para Influenza é anual. Além disso, informa que vai intensificar as testagens realizadas nas seis unidades sentinelas que monitoram casos de SG no Estado durante todo ano.

“Estamos atentos quanto a presença destas duas doenças em nosso Estado. Pedimos que os municípios redobrem à vigilância e realizem a busca ativa na população. Ou seja, quem ainda não iniciou ou completou o esquema vacinal contra a Covid-19 ou a Influenza procure uma unidade de saúde. Sabemos que a nossa população está ‘se esquecendo’ de usar a máscara e de se vacinar. Então, nós como gestores em saúde precisamos ficar atentos”, explica o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

O assessor militar na SES, Coronel Marcello Fraiha, explica que a ampliação de testes realizados pelas unidades sentinelas vão auxiliar o Estado na identificação de variantes da Influenza presente em nosso Estado. “As seis unidades sentinelas – que estão espalhadas em cidades polos como: Dourados, Campo Grande, Três Lagoas, Corumbá e Ponta Porã –, vão auxiliar o Estado e a rede nacional no monitoramento para identificar quais vírus respiratórios estão em circulação. A partir desta coleta de materiais genéticos, amostras positivas são enviadas para o laboratório referência para mapeamento genômico e os resultados deverão ajudar na fabricação de um novo imunizante contra a Influenza em 2022”.

Assim, a SES ressalta que por tratar-se de Síndromes Gripais, a população precisa manter os cuidados de prevenção contra a Covid-19 para a Influenza.

A população deve seguir as seguintes orientações

• Lavar frequentemente as mãos com água e sabão;

• Evitar frequentar locais públicos, fechados e com muita gente;

• Cobrir com a dobra do braço a boca e nariz sempre que precisar tossir ou espirrar;

• Evitar tocar os olhos, nariz e boca;

• Evitar compartilhar objetos pessoais que possam estar em contato com gotículas de saliva ou secreções respiratórias, como talheres, copos e escovas de dentes;

• Manter os ambientes fechados bem arejados, abrindo a janela para permitir a circulação de ar;

• A Vacinação em ambos os casos é essencial, as quais estão à disposição da população nos 79 municípios do Estado.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais