Máquina de colher mandioca será apresentada amanhã em Naviraí

Um dos grandes gargalos da produção de mandioca, a mecanização da colheita ganha uma evolução importante que será apresentada no 3º Dia de Campo da Mandioca, que acontece em Naviraí amanhã (8). O principal ponto da evolução, a redução de mão de obra para a colheita do tubérculo.

A Maná Inroda é a nova colhedeira de mandioca desenvolvida para trazer soluções para o produtor no contexto da mandiocultura. O lançamento e as demonstrações para produtores rurais do Mato Grosso do Sul vai acontecer dentro da programação do evento promovido pela Copasul.

“Este maquinário é um grande anseio do produtor, uma vez que a colheita hoje em dia demanda muita mão de obra. Esta máquina vem para trazer inovação e aguardamos que este seja um material que vai dar certo. Estão todos convidados para este momento importante”, destaca Cleiton Simão Zebalhos, do Departamento Técnico da Copasul.

Fomento ao conhecimento
O 3º Dia de Campo da Mandioca retorna após a pandemia. A segunda edição ocorreu em maio de 2019, consolidando com um dos maiores na região, promovendo palestras de alta qualidade e atraindo grande número de participantes.

O evento é uma realização da Copasul com o patrocínio das seguintes empresas: Bayer, Corteva, Yara, KWS, BASF, Stoller, UPL, Adama, Sumitomo Chemical, CropChem, Soesp, Jotabasso, TimacAgro, Inquima, Vittia, Agroeste, Mosaic, Superbac, Latina Seeds e Fertipar.

Veja também