Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

ACEPP distribui 2 mil máscaras para entidades assistenciais e pessoas carentes 

A Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã (ACEPP) distribuiu, essa semana, 2 mil máscaras de tecido para a população menos favorecida do município e para órgãos de assistência social. Os colaboradores da agremiação se mobilizaram e entregaram aos fronteiriços os itens considerados essenciais pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelas autoridades que promovem a biossegurança das pessoas durante a pandemia da Covid-19. As máscaras foram entregues principalmente paras as pessoas que circulavam pelo centro da cidade, em comércios e filas, sem a proteção individual, ou com máscara inadequada. Com localização estratégica, a ideia da ACEPP foi a de alcançar parte da população que precisa sair de casa no momento em que a recomendação é para que todos pratiquem o distanciamento social e, uma vez nas ruas, usem a máscara como forma de reforço à proteção contra o novo Coronavírus.  

A presidente da Associação Comercial, Fabrícia Dias, participou pessoalmente da ação, repassando 300 máscaras ao projeto “Mãos que Fazem”, coordenado pela primeira dama do município, Vânia Peluffo, e que presta assistência a mulheres em situação de risco. Outras 200 máscaras foram doadas para o coordenador da Defesa Civil, Mauro Camargo, e mais 1.000 unidades para o Centro POP, que atende pessoas carentes e moradores de rua. A doação, nesse último caso, foi oportuna, já que a entidade possuía apenas uma máscara em seu estoque. “É responsabilidade de cada um de nós contribuir neste momento para acabar com essa pandemia da Covid-19. Podemos fazer isso usando máscara ao sair de casa e ajudando na conscientização das pessoas”, frisou a presidente da ACEPP.  

As máscaras são resultado de parcerias firmadas entre a ACEPP, a FAEMS (Federação das Associações Empresariais do MS) e a FIEMS (Federação das Indústrias do MS). Colaboraram, também, a empresa Cruzeiro do Sul e o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.  

A Fiems, por meio do Sesi, encomendou 500 mil máscaras da indústria têxtil de Mato Grosso do Sul, que estão sendo distribuídas para a população dos municípios do Estado. A meta, anunciada pelo presidente da federação, Sérgio Longen, é que pelo menos 30% dos moradores de cada cidade recebam uma máscara. Além de movimentar a economia da indústria local, mantendo empregos e gerando renda para as famílias, a iniciativa auxiliou no combate à disseminação da Covid-19.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais