Evento híbrido tratará sobre resíduos sólidos e desenvolvimento

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agems), em parceria com o Projeto Pauta 3, está com inscrições abertas para o 2º seminário de Regulação “Resíduos sólidos e desenvolvimento local”, que será realizado nesta terça-feira (22), no Novotel Campo Grande, no formato presencial e com transmissão simultânea por uma plataforma digital.

O debate contará com a participação de Hugo Pacheco, renomado especialista português, presidente do Conselho de Administração da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos dos Açores (Ersara). A programação também inclui uma Mesa Redonda com o tema “Diagnóstico e perspectivas para o gerenciamento da cadeia de resíduos nos municípios”.

Os interessados podem fazer a inscrição gratuitamente por meio deste link. O seminário é aberto ao público em geral e, especialmente, a representantes de prefeituras; profissionais ligados ao setor de saneamento, saúde pública e meio ambiente; profissionais de agências reguladoras; pesquisadores e acadêmicos das áreas da Engenharia (Civil e Ambiental), Auditoria, Perícia Ambiental, Administração e Ciências Contábeis, além de advogados e economistas.

Conselho da Agems

Em dezembro de 2021 a Agems realizou o 1º seminário de Regulação que discutiu “O papel da regulação no desenvolvimento de Mato Grosso do Sul” em parceria com o Projeto Pauta 3, e que contou com a participação de aproximadamente 100 pessoas entre profissionais de regulação, estudiosos, concessionários e especialistas em diversos temas.

Na ocasião, uma das moderadoras convidadas foi a consultora legislativa do Estado e conselheira do Conselho de Orientação da Agems, Ana Carolina Ali Garcia.

O Conselho de Orientação da Agência Reguladora é composto por cinco integrantes: presidente, João Eduardo Barbosa Rocha (Segov); secretário-Executivo, Carlos Alberto Assis (Agems); além dos conselheiros nomeados pelo governador Ana Ali, que também é procuradora do Estado; Eliane Salete Detoni Rocha, secretária Especial de Parcerias Estratégicas de MS; e Rédel Furtado Neres, coordenador da área econômico-financeira do Escritório de Parcerias Estratégicas.

Com a atribuição de analisar, discutir e decidir matérias de competência da autarquia, como o planejamento estratégico, o controle econômico-financeiro e o desenvolvimento das políticas administrativas internas, o Colegiado está em atividade desde junho de 2021.

Nesse contexto, a consultora legislativa Ana Ali reafirma a importância das discussões para o avanço de MS. “A regulação é o instrumento fundamental para o avanço em projetos de infraestrutura, para atração de novos investimentos e garantia de segurança jurídica às partes, Estado e particulares, na realização de parcerias para a prestação de serviços públicos”, assegura.

Veja também