Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Na fase final de certames, Aquário abre a penúltima licitação para terminar a obra

Prestes a encerrar a etapa burocrática de processos licitatórios para conclusão das obras do Aquário do Pantanal, a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) lançou na última segunda-feira (1), o penúltimo certame. Agora será a vez de concluir as instalações elétricas do prédio. Assim, o Centro de Pesquisas e Reabilitação da Ictiofauna Pantaneira entra na fase final de licitações. A próxima e última concorrência será “Automação”, que deve ser publicada nos próximos dias.

Mesmo com toda magnitude e complexidade do Aquário do Pantanal, os serviços e obras necessários à sua conclusão seguem evoluindo, e a entrega se torna cada vez mais próxima da população.

Das 12 frentes de trabalho existentes no Aquário, 11 já foram licitadas e alguns serviços já foram até concluídos, como a Substituição dos Vidros e a Cobertura Metálica. Conforme planejamento, também já está bem perto de ser finalizada a instalação do Revestimento Composto (Monocapa).

No prédio também já estão sendo executados os serviços de Impermeabilização e Cenografia dos Tanques, PCMAT (Programa de Condições e Meio de Trabalho), Climatização e Estrutura Metálica (Passarela).

Estão em fase de licitação o Sistema de Suporte à Vida (SSV) – republicado recentemente após a primeira concorrência ter sido declarada deserta – e outras três frentes, que fecham o cronograma da obra: Elétrica, Civil e Automação.

Segundo a equipe técnica responsável pelas licitações, as três últimas frentes (Elétrica, Civil e Automação), a princípio, seriam lançadas de forma conjunta, mas para garantir maior participação de empresas licitantes optou-se pelo desmembramento. Foi devido a essa mudança que o número das frentes de trabalho saltou de 10 para 12.

Hoje, o Aquário do Pantanal apresenta o seguinte panorama:

Seis frentes em execução- Impermeabilização e Cenografia dos Tanques, PCMAT (Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho), Climatização, Estrutura Metálica (Passarela) e Revestimento de Alumínio Composto – ACM (Forro e Monocapa), essa última já quase finalizada.

Sobre prazos

Dezembro de 2021 continua sendo o prazo estipulado para entrega das obras do Aquário do Pantanal. Alguns prazos previstos nos editais vão além dessa data final, mas, segundo a equipe técnica, é uma medida que pretende apenas antever possíveis intercorrências que venham a atrapalhar a execução da obra.

Para que a imensa estrutura dessa obra pudesse ser retomada, foram estipulados prazos individuas para cada frente. Agora, com a utilização da plataforma BIM (Building Information Modeling), os técnicos realizaram um interfaceamento (integração) entre todas as frentes – considerando serviços específicos, em conjunto, – com o objetivo de minimizar os prazos contratuais e otimizar a execução dos trabalhos.

Licitação

A frente de trabalho Civil, responsável pela instalação de piso e forro, execução de pintura, além de reforma e construção em geral, é que norteará a entrega do Aquário, as demais caminharão em paralelo.

As empresas interessadas em participar dos serviços da Civil entregaram nessa quarta-feira (3), a documentação para o certame. A comissão de licitação decidiu suspender a sessão para análise dos documentos em sessão reservada. Tão logo finalizada a averiguação documental, o processo licitatório será retomado.

Aquário

O Aquário do Pantanal é sem dúvida uma das grandes promessas da economia, do turismo e da ciência no Estado e na Capital. Cartão-postal, o Centro de Estudos e Pesquisas é mais do que uma grandiosa estrutura e será responsável por um importante desenvolvimento turis-científico. Diversas instituições, incluindo universidades da Alemanha e Japão, já realizam pesquisas e estudos elevando e incrementando o conhecimento sobre a Ictiofauna Pantaneira.

Instalado no Parque das Nações Indígenas, principal cartão postal de Campo Grande, o Aquário terá ao menos 12 mil animais da ictiofauna pantaneira (peixes, invertebrados, répteis e mamíferos) que vão habitar os 32 tanques (24 internos e oito externos) da estrutura. Serão 5,4 milhões de litros de água e um sistema de suporte à vida com condições reais do habitat.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais