Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

PMA dá início a Operação Semana Santa nos rios do MS

A Polícia Militar Ambiental (PMA) começa nesta quarta-feira (31) mais uma edição da “Operação Semana Santa”, que visa a prevenção e repressão à pesca predatória nos rios do Mato Grosso do Sul. Serão 290 policiais à disposição para fazer esta fiscalização intensiva.

Durante o chamado “feriadão” haverá um reforço na fiscalização dos rios, inclusive pelo fato de haver a tradição do consumo de peixe na sexta-feira da Paixão. O Comando da PMA  destacou que não houve redução significa dos pescadores nos últimos finais de semana, mesmo com as restrições impostas contra a pandemia.

Agora no feriado prolongado da Semana Santa, a quantidade de pescadores tende a aumentar significativamente, tanto de turistas de fora como do Estado, por isso se intensifica a fiscalização para coibir e prevenir a pesca predatória, especialmente, onde estiverem concentrados os principais cardumes. 

A operação começa (quarta-feira) a partir das 8h da manhã e segue até a próxima segunda-feira (3), no mesmo horário. Ao todo são 290 policiais à disposição, sendo que 90 ficarão quase de forma exclusiva para fiscalização de atividades com recursos pesqueiros, na chamada operação “Big Fish”.

Os comandantes das 26 subunidades da PMA intensificam as fiscalizações em suas respectivas áreas, inclusive utilizando do seu efetivo administrativo.

Outros tipos de crimes e infrações ambientais também serão averiguados, como desmatamento ilegal, exploração ilegal de madeira, incêndios (Operação Prolepse), carvoarias ilegais, transporte irregular de carvão, crimes contra a flora, caça e fauna, bem como transporte de produtos perigosos e atividades potencialmente poluidoras.

Crimes de outra natureza estão incluídos na pauta, como apreensão de drogas, armas, contrabando, veículos furtados e roubados, que serão coibidos nas barreiras. Equipes da sede (Campo Grande) estarão itinerantes, em áreas mais críticas, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais.

O Posto Avançado localizado na Cachoeira do Sossego, no rio Aquidauana, em Rochedo (MS), que foi montado durante a Piracema, também será reforçado. A base se tornou permanente em razão do alto índice de pesca predatória na região.

A operação Semana Santa passada do ano passado foi extremamente tranquila, com poucos autuados e pescado apreendido. A Polícia Militar Ambiental autuou 11 infratores crimes e infrações ambientais, sendo sete por pesca ilegal, apreendeu 32 kg de pescado e aplicou R$ 52,7 mil em multas.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais