Procon/MS começa processo de digitalização de documentos

A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) iniciou a digitalização de processos que proporcionará a prestação de serviço mais eficiente, ágil e econômica a população de Mato Grosso do Sul.

O Projeto Procon MS Digital tem como objetivo desburocratizar os processos da superintendência com advento da tecnologia, digitalizando e automatizando o fluxo de trabalho.

O superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão, destacou que a digitalização irá trazer melhorias no atendimento à população. “O que antes demandava tempo para localizar e consultar documentos, agora está a um clique, com a virtualização desses documentos facilitando o processo de atendimento ao consumidor e empresas”, explicou.

Com a digitalização haverá economia e diminuição dos gastos com a compra de papel, toner e correspondências. Atualmente o Procon/MS realiza cerca de 300 atendimentos por dia que gera 500 mil páginas por ano impressas, necessitando 17 servidores focados na montagem, o que acumula 25 mil horas em trabalho manual. O processo de digitalização irá trazer economia dos recursos públicos e redução no trabalho manual.

Através de software de tramitação de processos eletrônicos integrado com serviços de Gestão Eletrônica de Documentos, os arquivos físicos existentes serão geridos juntamente com os documentos de origem digital. O processo de digitalização de processos iniciou em 18 de janeiro. Até o momento foram digitalizadas 13.515 páginas.

O processo de modernização irá trazer diversos benefícios para a população e empresas, como a agilidade na tramitação de processos, assim como, mobilidade para a consulta de informações.

No ano passado o Procon/MS criou o Núcleo de Notificação e Digitação de Processos – NUNDP, com instalação de sala com equipamentos específicos de maneira a possibilitar a realização virtual de audiências e, com isso, além de agilizar os processos, diminuir sensivelmente o fluxo de pessoas nas dependências do órgão.

Veja também