SES e Escolagov firmam parceira para aperfeiçoar atendimento na Casa da Saúde

O Governo do Estado, em parceria com a Escolagov (Fundação Escola de Governo de Mato Grosso do Sul), iniciou projeto que visa aprimorar as entregas e o atendimento da Casa da Saúde, em Campo Grande. Na última avaliação, a Casa da Saúde manteve índice positivo de atendimento ao público, com a dispensação de 248 apresentações (medicamentos), além da entrega de medicamentos resultantes de ação judicial no Estado. A média atual de atendimento é de 420 pacientes por dia.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a estabilidade da Covid-19 no Estado permite que a Secretaria de Estado de Saúde retome ações que permaneceram suspensas em razão da pandemia do coronavírus em Mato Grosso do Sul. “Em 2019, nós mudamos a Casa da Saúde para as dependências da antiga Escola Estadual Riachuelo. Naquela época, já tínhamos como objetivo principal, oferecer dignidade no atendimento ao público. O espaço, o qual a Casa da Saúde está instalada, oferece mais rapidez e conforto para o público que busca pelos serviços oferecidos. Assim, com foco em aprimorar esse atendimento, retomamos essa parceria com a Secretaria de Governo e Gestão Estratégica (Segov) por meio da Escolagov. A expertise dos profissionais vai colaborar para que a Casa da Saúde possua um atendimento de primeiro nível em nosso Estado”.

Segundo a coordenadora-geral de Assistência Farmacêutica da SES, Josy Mariane Thaler Martini Rocha, a retomada deste projeto é considerada de extrema importância para a Casa da Saúde. “Este projeto é fruto de um trabalho iniciado em 2019, junto com a Escola de Governo, de valorização e pesquisa. Com o surgimento da pandemia, ele permaneceu parado, mas agora está sendo retomado. É um projeto importante para nós, servidores e usuários, para que possamos compreender melhor o serviço e proporcionar atendimento de excelência a todos. E a Secretaria de Estado de Governo nos disponibilizou dois estagiários de psicologia para nos auxiliar nos atendimentos realizados na Casa da Saúde”.

A secretária-adjunta de Estado de Saúde, Crhistinne Maymone, ressalta que o período da pandêmico representou um grande desafio para os atendentes da Casa da Saúde. “Durante a pandemia, eles sofreram porque houve a falta de insumos para a fabricação de medicamentos na China e na Índia, isto nos atingiu diretamente, mesmo sabendo que não seria nossa culpa, os servidores da Casa da Saúde tiveram que lidar com uma situação difícil e, por muitas vezes, se colocaram no lugar do outro, do paciente, que necessitava daquele medicamento. Este foi desafio imenso para eles. Mas aos poucos estamos retomando o nosso trabalho em outras áreas, nos remodelando e construindo novas ações que foram deixadas de lado em razão da pandemia, mas que estamos retomando agora”.

O diretor-presidente da Fundação Escola de Governo, Antonio José Angelo Motti, detalha que a Escolagov fará um trabalho de desenvolvimento de recursos humanos da Casa da Saúde visando a melhoria de uma série de situações, mas a principal delas será o aprimoramento das entregas à população.

“Prontamente, a gente se dispôs a fazer isso e é muito gratificante porque temos um caso prático. De imediato procuramos profissionais credenciados pela escola que tivesse formação voltada ao atendimento ao público. Identificamos três profissionais que farão inicialmente o trabalho de sondagem. Irão conhecer a dinâmica, a rotina, saber quais são as grandes questões enfrentadas pelos servidores e também ouvir o público. Nós sabemos que a Casa da Saúde possui uma complexidade muito grande de entregas para a população e sempre esteve com uma avaliação muito positiva diante da população. De início, faremos a sensibilização e vamos ouvir os servidores, a gestão e a população. A partir daí, vamos construir um diagnóstico. Acredito que entre 15 a 20 dias, teremos um diagnóstico pronto pelos profissionais e em conjunto iremos construir uma proposta de trabalho ‘cirúrgica’ nas grandes questões que forem levantadas na Casa da Saúde”, explica Motti.

A Casa da Saúde

A Casa da Saúde fornece medicamentos disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e de ação judicial. A Casa da Saúde fica na Rua Onze de Outubro, nº 220, no Bairro Cabreúva, na antiga Escola Estadual Riachuelo, em Campo Grande. Horário de funcionamento das 7h às 16h30.

Veja também