CIPP realiza I Exposição História do Jornal Impresso de Ponta Porã

Assessoria CIPP

Em comemoração ao Dia Nacional da Liberdade de Imprensa, comemorada anualmente no dia 03 de junho, o Clube de Imprensa de Ponta Porã realizou na segunda-feira (6), o lançamento da Exposição História do Jornal Impresso de Ponta Porã.

Trata-se de um evento promovido pelo Clube de Imprensa de Ponta Porã – CIPP, em contrapartida prevista aos Espaços, Coletivos, Clubes e Associações culturais que receberam recursos de auxílio cultura por meio da Lei Aldir Blanc, liberados pelo Governo Federal por meio da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

Nesta Exposição, a primeira que revela os jornais mais antigos da cidade, foram coletados exemplares de periódicos que circularam no século passado, com ênfase às décadas de 1930, 40, 50 e 60. O acervo dos jornais digitalizados pertence ao jornalista Lourival Alves – Nenê.

São documentos históricos digitalizados pelo Centro de Documentação da Universidade Federal da Grande Dourados.

Os jornais impressos que também fazem parte desta Exposição são do acervo do Jornalista e Historiador Nivalcir Almeida, compilados pela Escritora Sellamari.

A exposição conta ainda em formato físico dos Jornais Impressos que possui importante participação na história da imprensa de Ponta Porã: Jornal de Notícias, Che Fronteira, Jornal da Praça e Jornal Regional a qual os visitantes também poderão conferir.

Vale ressaltar que o CIPP está preparando uma Segunda Mostra de jornais que circularam na fronteira nas décadas mais recentes.

Importante destacar a parceria da Prefeitura de Ponta Porã, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer e FUNCESPP _ Fundação de Cultura e Esporte de Ponta Porã.

A Exposição Uma breve História do Jornal Impresso de Ponta Porã, segue até 21 de junho de 2022, na sede do Clube de Imprensa de Ponta Porã com entrada gratuita e agendamento para visitação no período da manha e tarde para as Escolas Públicas e privadas de Ponta Porã.

O presidente do CIPP, Luiz Lobato enalteceu a importância do evento como forma de oferecer a comunidade um evento que destaca a história da imprensa de Ponta Porã e valoriza a liberdade de imprensa.

“Estamos felizes em realizar o evento aberto ao público da fronteira em contrapartida a lei Aldir Blanc, que possibilitou recursos voltado para manutenção do nosso espaço, possibilitando que pudéssemos dar continuidade as atividades do Clube de Imprensa que entre outras atribuições prevê a realização de eventos culturais” frisou Lobato.

Na oportunidade o presidente do CIPP Luiz Lobato juntamente com o vice-presidente Lourival Alves (Nenê) e demais membros realizaram a entrega dos jornais digitalizados em um pen drive a secretária Adjunta da Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Cultura e Lazer, Eliana Fernandes, a Diretora Presidente da Fundação de Cultura e Esporte-FUNCESPP, Celma Pelusch e ao Diretor de Cultura da FUNCESPP, Eder Rubens.

“Este é um momento muito importante para consolidação da preservação da história e memória do nosso município, pois todo o acervo de jornais digitalizados que compõe esta exposição passa a pertencer também ao acervo do patrimônio histórico e cultural de Ponta Porã, sendo disponível a toda população para leitura, pesquisa e conhecimento” lembrou Eder Rubens.

“O evento é uma forma de integrar e fortalecer o setor de imprensa da fronteira e oferecer a população um evento cultural a oportunidade conhecer um pouco da história da imprensa escrita em Ponta Porã e região” destacou Lourival Alves, vice-presidente do CIPP e proprietário de boa parte do acervo histórico dos jornais impressos disponibilizados na exposição.

O Gerente do Patrimônio Cultural da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Caciano Lima que prestigiou o evento juntamente com a sua equipe técnica, elogiou a iniciativa do CIPP pelo evento que possibilita a disponibilidade de um importante acervo cultural para todo Mato Grosso do Sul.

A cerimônia de abertura da Exposição da História do Jornal Impresso contou com a presença das seguintes autoridades e personalidades: Secretária Adjunta da Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Cultura e Lazer, Eliana Fernandes, Secretário Municipal de Segurança Pública, Marcelino Nunes, Diretora Presidente da Fundação de Cultura e Esporte-FUNCESPP, Celma Pelusch, Diretor de Cultura da FUNCESPP, Eder Rubens, Gerente do Patrimônio Cultural da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Caciano Lima Vice-Presidente da 5 Subseção OAB-MS em Ponta Porã, Advogada Laura Karoline Silva Melo, Aspirante Fernando, Sargento Augusto e Soldado Tobias, representantes do 4 Batalhão da Policia Militar de Ponta Porã, Conselheira de Cultura, Lilian Rios, Produtor Rural-Pecuarista e Articulista, Fundador da FAMASUL, Senhor Ney Magalhães e a Artista Plástica Maria Bonita.

Clube de Imprensa de Ponta Porã

O Clube de Imprensa de Ponta Porã fundado em 26 de fevereiro de 2005, é uma entidade sem fins lucrativos que reúne profissionais, funcionários e proprietários do setor de comunicação de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, que prevê em seu estatuto atividades socio culturais aberta ao público.

A entidade foi contemplada no ano de 2021 com recursos da Lei Aldir Blanc de auxílio emergencial a cultura sancionada pelo Governo Federal em agosto de 2020 e regulamentada pela Prefeitura de Ponta Porã em outubro de 2020.

A Exposição História do Jornal Impresso de Ponta Porã estará aberta de segunda a sexta-feira das 08h30 as 10h30 e das 14h30 ás 17h na sede do CIPP localizado na travessa Everaldo Lima próximo ao Ginásio Pepe Portela-centro.

As instituições de ensino, clubes de serviços, associações, pesquisadores que desejam realizar as visitas em grupos poderão realizar uma pré-agenda pelos telefones (67)98447-2206 e (67)99204-1102.

Exposição História dos Jornais Impressos de Ponta Porã acontece na sede do CIPP.(Foto: Assessoria)

Veja também