Abiove corta previsão da produção e exportação de soja em 2022

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) revisou para baixo suas projeções para o complexo soja no Brasil em 2022. “A projeção da safra brasileira de soja sofreu novo corte, reflexo da seca na região Sul do País. Feita a partir das avaliações da inteligência de mercado de suas associadas, a nova projeção aponta para 135,8 milhões de toneladas de soja produzidas neste ano, queda de 4,2 milhões de toneladas sobre a última estimativa”, disse a entidade em nota.

A Abiove acrescenta que a exportação do grão também será menor, de 86,9 milhões de toneladas, ante 91,1 milhões de toneladas previstas anteriormente. Já o esmagamento projetado segue inalterado em 48 milhões de toneladas, acompanhado de aumento de 200 mil toneladas da exportação projetada de farelo de soja, para 18,3 milhões de toneladas.

Em relação aos resultados do setor em dezembro de 2021, a Abiove informa que o esmagamento ficou acima da média histórica para o período ao atingir 3,3 milhões de toneladas, para uma amostra representativa de 84,5% do processamento no Brasil. “Corrigindo este volume amostral para compreender toda a cadeia produtiva da soja no País, o processamento alcançou 3,9 milhões de toneladas em dezembro de 2021.”

Considerando o resultado, a Abiove elevou sua estimativa de processamento para 47,0 milhões de toneladas em 2021. Também aumentou a produção estimada em 300 mil toneladas, para 138,3 milhões de toneladas. Segundo informou, ao longo de fevereiro os números finais da temporada serão consolidados.

Canal Rural*

Veja também