Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Casa do Trabalhador de Ponta Porã cadastra indígenas para colheita de maçã no RS

A prefeitura de Ponta Porã, através da secretaria de administração e Casa do Trabalhador cadastraram nessa semana, 80 indígenas de Ponta Porã, Aral Moreira e Antônio João. Os indígenas serão direcionados a empresa Rasip e vão trabalhar na colheita de maçã A Casa do Trabalhador presta um grande serviço a trabalhadores, comerciantes e empresários, disponibilizando vagas de empregos, cadastrando e encaminhando candidatos as vagas disponíveis no mercado de trabalho no município.

De acordo com o responsável pela Casa do Trabalhador em Ponta Porã, Álvaro Luís Bitencourt. A empresa Rasip, de Vacaria, Rio Grande do Sul, em contato com a Casa do Trabalhador solicita os candidatos, que por sua vez, seleciona e cadastra os trabalhadores.

Neste caso, os oitenta indígenas selecionados em Ponta Porã, são cadastrados e a empresa rasip comunicada. A empresa envia o transporte para levar os selecionados até a cidade de Vacaria, onde eles irão trabalhar por quase dois meses na colheita de maçã.

“Nas sedes das fazendas e plantações de maçãs, os indígenas terão hospedagem, alimentação reforçada e balanceada. Além de acompanhamento médico se necessário. A empresa Rasip faz questão de nos informar de toda a estrutura e das boas condições que os trabalhadores terão no local. A segurança e as boas condições de trabalho, a empresa tem como política primordial. O prefeito Hélio Peluffo nos dá uma boa estrutura para atender as empresas e a população, temos que atender sempre da melhor forma possível”, declarou.

Gestor da Casa do Trabalho, Álvaro Bitencourt destaca boa estrutura da Casa do Trabalhador.(Foto: Divulgação)
Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais