refis

Estado assina termo de colaboração com investimento de R$ 4,4 mi para o agronegócio

O agronegócio sul-mato-grossense terá um investimento de R$ 4.422.640,00 milhões, que visa o desenvolvimento das cadeias do milho e da soja. O Governo do Estado assinou três termos de colaboração com entidade representativa.

De acordo com o DOE (Diário Oficial do Estado), os contratos foram assinados por intermédio da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Fundems (Fundo para o Desenvolvimento das Culturas de Milho e Soja) e Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul). 

O extrato de termo de colaboração nº 30.800/2021, fixa R$ 432.500,00 para plano de trabalho consistente na realização de seminários, encontros e eventos de divulgação, informações técnicas e difusão de pesquisas de interesse técnico e econômico que contribuam com o desenvolvimento da cadeia da soja e do milho. 

Outros R$ 1.441.440,00 devem contribuir com a execução do Levantamento do Siga-MS (Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio) nas safras 2021/2022, conforme o extrato de termo de colaboração nº 30.792/2021. 

O terceiro termo de colaboração nº 30.796/2021 prevê R$ 2.548.700,00 para realização de diagnóstico, levantamentos, mapeamento, acompanhamento e avaliação das safras agrícolas, com a finalidade de incentivar a produção e desenvolver o processo produtivo das cadeias da soja e do milho. 

Os três documentos foram assinados no dia 8 de setembro pelo secretário de Estado Jaime Elias Verruck, por Andre Figueiredo Dobashi, da Aprosoja-MS, e Thaís Carbonaro Faleiros Zenatti, 1ª diretora financeira da associação.

A vigência estabelecida é da data de assinatura até 30 de setembro de 2022.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais