Planejada há quatro anos pelo Governo do Estado, a Parceria-Público-Privada (PPP) de esgoto da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) vai à leilão nesta sexta-feira (23), na Bolsa de Valores brasileira (B3) que fica em São Paulo (SP). O pregão terá início às 9h (horário de MS) e será transmitido de forma on-line pela TVB3, através do link www.tvb3.com.br.

Com boa expectativa de fechar negócio, o governador Reinaldo Azambuja participa da sessão pública do leilão. “Mato Grosso do Sul se preparou para receber esse investimento privado. A PPP está bem modelada e equilibrada, com segurança para os investidores. Quem entrar nessa parceria vai investir em um dos estados mais promissores do Brasil”, destacou.

O vencedor do leilão terá a concessão dos serviços pelo período de 30 anos. O parceiro privado da Sanesul terá que aplicar R$ 3,8 bilhões no saneamento básico de Mato Grosso do Sul, entre investimento e operação. Cerca de 1,7 milhão de pessoas serão beneficiadas.

Após avaliação da B3 e comissão de licitação, estão aptas a participar do leilão os consórcios Avançar BR e Cosams; e as empresas Aegea e Iguá. A PPP prevê a universalização da coleta e tratamento do esgoto nas 68 cidades sul-mato-grossenses atendidas pela empresa de saneamento. Hoje, essa cobertura é de quase 50%.

Além de Reinaldo Azambuja, participam do leilão na B3 o diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Júnior; o secretário de Governo e Gestão Estratégica de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel; e a secretária de Parcerias Estratégicas do Estado, Eliane Detoni.