Semagro debate produção de amendoim em cidades de MS

Em apoio a cadeia produtora do amendoim, a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) debateu o plantio da leguminosa de maneira empresarial nas cidades de Santa Rita do Pardo e Bataguassu, no leste de Mato Grosso do Sul.

O encontro foi realizado no Sindicato Rural de Santa Rita do Pardo nesta semana e reuniu produtores e investidores – arrendatários de outras regiões de Mato Grosso do Sul e também de fora do Estado.

O cultivo do amendoim na safra 2021/2022 conta com apoio técnico Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), do Ministério da Agricultura . O zoneamento tem o objetivo de reduzir os riscos relacionados aos problemas climáticos e permite ao produtor identificar a melhor época para plantar, levando em conta a região do país, a cultura e os diferentes tipos de solos.

Em Mato Grosso do Sul, considerando a as metas de ampliação da cesta de produtos no Estado, o amendoim surge como uma opção importante, por ter a propriedade de recuperar solos degradas.

De acordo com o superintendente de Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar da Semagro, Rogério Beretta, a cultura está em franca expansão e é muito utilizada em São Paulo para renovação das áreas canavieiras, já que é uma excelente alternativa para renovação de pastagem, atuando como restaurador da fertilidade do solo.

Veja também