Tereza Cristina vai ao Canadá para tentar garantir suprimento de fertilizante

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que irá ao Canadá “depois do dia 12” de março para negociar a compra de fertilizantes. Em entrevista ao canal de notícias CNN, ela afirmou que o país norte-americano já havia acenado com a possibilidade de ampliar a oferta de potássio ao Brasil em ocasiões anteriores.

“Estamos indo lá para conversar com o Canadá [sobre o assunto, pois] fizeram a promessa de que aumentariam [as entregas]”, disse a ministra.

O objetivo da viagem é evitar uma eventual falta do produto no mercado brasileiro, em função do conflito entre Rússia e Ucrânia. A Rússia é a maior produtora de potássio do mundo e o mais importante fornecedor do insumo para o Brasil, juntamente com Belarus, país sobre o qual também pesam restrições econômicas.

Tereza Cristina também salientou que não há preocupação imediata com o abastecimento de adubo no mercado interno, pois a safrinha de milho já está plantada. “Temos um estoque de passagem [de fertilizantes] que dá para chegar até outubro. Precisamos de um pouco mais daí para a frente”, disse.

Ela lembrou ainda que não há confirmação de suspensões de entregas de adubos. “Há uma notícia correndo de que tinham sido suspensos os embarques ao Brasil. O governo não compra adubo, é a iniciativa privada que faz isso. E o presidente da Anda [Associação Nacional para a Difusão de Adubos, que representa o setor] não tem essa informação”, afirmou a ministra.

Canal Rural*

Veja também