Hélio justificou a mudança como um meio de “economizar os recursos público; Foto: Lécio Aguilera/Assessoria

Durante a entrega da quadra de esportes da Escola Municipal Rural Graça de Deus nesta quinta-feira (3), em Ponta Porã, o prefeito Hélio Peluffo (PSDB) negou que escolas serão fechadas no município.

Segundo ele, as unidades de ensino passarão por uma adaptação, seguindo a Lei 9.394/96, que estabelece diretrizes e bases da educação nacional, e prevê competências do município e Estado em relação ao ensino fundamental, sendo que de 6º ao 9º ano, ficará sob a responsabilidade da Rede Estadual de Ensino.

Hélio justificou a mudança como um meio de “economizar os recursos público, objetivando a melhoria da qualidade de ensino aos alunos, oferecendo melhores condições de trabalho aos professores, qualidade da merenda escolar, assim como ampliação e construção de novas escolas”, explicou.

Entenda

Esta semana, foram anunciadas pela Secretaria Municipal de Educação, o encerramento das atividades em duas escolas: a Maria Lígia e o Ceinf Eugênica Gonzales.

Outra mudança é na Escola Municipal Ingês Andereazza que deixará de ofertar o Ensino Fundamental do 3º e 4º ano.

Em nota, a prefeitura afirma que a “Secretaria Municipal de Educação está regionalizando as matrículas na pré-escola já com direcionamento para uma escola onde terão continuidade até o quinto ano. Com as ampliações das escolas que vem ocorrendo, as salas serão melhores para receberem os estudantes e os professores nas atividades pedagógicas”.

A nota cita também que a partir de 2021, os alunos estudarão em instituições que, segundo a prefeitura, ficam próximos aos endereços de residência, e os “professores terão oportunidade de realizar seu trabalho em novas instituições com o mesmo dinamismo”.

Já no caso do Ceinf, a nota finaliza alegando que, “o prédio já não atende as necessidades para receber as crianças”.