Locais de votação em Ponta Porã serão modificados, informa Justiça Eleitoral

Os locais de votação em Ponta Porã serão modificados, segundo informou a chefe do Cartório Eleitoral da 19ª Zona Eleitoral, Patrícia Midori, durante ‘Tribuna Livre’ da sessão ordinária de terça-feira (2), da Câmara Municipal.

“Estamos a dois meses da votação em primeiro turno, que será no dia 2 de outubro. Aqui em Ponta Porã os votos serão biométricos, ou seja, os eleitores cadastrados terão que se identificar por meio da biometria. Uma forma segura que garante a identificação da pessoa. Quem não se cadastrou poderá ser identificado pela apresentação de um documento, o RG”, afirmou.

“Temos escolas que sempre funcionaram como locais de votações. A Joaquim Murtinho, por exemplo, que possui mais de 4.500 eleitores, está sendo reformada. Vamos transferir para a Escola Ramiro Noronha. Os eleitores da Escola Estadual Adê Marques serão deslocados em parte para a Escola Total e para a Escola Estadual Mendes Gonçalves. Os votantes da Escola Maria Ligia serão deslocados para o Ceinf Joana Franco Barrios”, adiantou Patrícia.

A chefe do Cartória também defendeu a confiabilidade da urna eletrônica que nos últimos anos tem sido colocada em dúvida no Brasil. “Infelizmente algumas pessoas estão questionando esta forma de votação. Entendemos que para mudar isso, ou seja, fazer votação no papel, teríamos que mudar a Constituição. E, contestar este modelo contribui para questionar inclusive a legitimidade dos mandatos de quem tem sido eleito ao longo deste tempo por meio da urna eletrônica”, declarou.

O vereador e presidente da Casa de Leis, Vanderlei Avelino, garantiu que o Poder Legislativo Municipal vai, como sempre, garantir total apoio à Justiça Eleitoral. “Estamos sempre à disposição para auxiliar, especialmente na divulgação das orientações aos eleitores. A Justiça Eleitoral pode contar conosco”, assegurou.

Veja também