Com apenas 15 anos, o atleta indígena guarani-kaiowá Yuri Moreira Benites, de Amambai (MS), garantiu o segundo lugar na 11ª edição do Campeonato Brasileiro Caixa Sub-18 de Atletismo, na prova de lançamento do dardo. A competição foi realizada de 20 a 22 de novembro, no estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP).

Contemplado pelo programa Bolsa Atleta, concedido pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Yuri Benites faturou a medalha de prata ao bater a marca de 61,04 metros. O primeiro colocado, Arthur Monteiro Curvo, de Mato Grosso, conseguiu lançar a 62,01 metros. Davi Gabriel Rosa, de Santa Catarina, fechou o pódio, atingindo 60,25 metros.

Com o resultado no interior paulista, o sul-mato-grossense mantém a liderança do ranking nacional e sul-americano sub-18 no lançamento do dardo. O atleta representa a Escola Municipal Polo Indígena Mbo’eroy Guarani Kaiowá (em guarani, Oca Grande) e tem como técnico o profissional de Educação Física indígena Miller Borvão Samorio.

Em 2019, Benites faturou o bicampeonato brasileiro do dardo, na categoria de 12 a 14 anos, dos Jogos Escolares da Juventude – Fase Nacional, em Blumenau (SC). No mesmo ano, o jovem amambaiense assegurou a prata no Campeonato Brasileiro Caixa Sub-16 de Atletismo, em Fortaleza (CE).

O expressivo desempenho do atleta em competições nacionais o garantiu na seleção brasileira de base, formada pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), para a disputa do 15º Campeonato Sul-Americano Escolar, realizado de 30 de novembro a 7 de dezembro em Assunção, capital do Paraguai. Na competição internacional, Benites trouxe a medalha de ouro para o Brasil.

Já no Campeonato Estadual de Atletismo Sub-18 2020, realizado nos dias 17 e 18 de outubro, no Parque Olímpico Ayrton Senna, em Campo Grande, o atleta de lançamento do dardo estabeleceu novo recorde no Estadual Sub-18 ao atingir 62,56 metros. A marca anterior da prova era de 55,03 metros, alcançada em 2011 por Lauro Maycon da Silva Aval.

A delegação que representou Mato Grosso do Sul no Campeonato Brasileiro Caixa Sub-18 de Atletismo foi composta por oito atletas de Amambai, Campo Grande, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas, com apoio do Governo do Estado/Fundesporte e Federação de Atletismo de Mato Grosso do Sul (FAMS).

Ao todo, 600 competidores de 104 clubes, representando 21 Estados e o Distrito Federal, estiveram na cidade paulista. O Brasileiro Sub-18, organizado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), foi o segundo evento da temporada nacional de 2020, após o adiamento das competições por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Sem a presença do público em razão dos protocolos de biossegurança, o torneio reuniu atletas de 15 a 17 anos de idade.