Sete corpos foram encontrados dentro de um contêiner nesta sexta-feira (23), que saiu da Sérvia e foi descarregado com fertilizantes no bairro Santa Maria, em Assunção, capital do Paraguai. Além de sérvios, havia também uma pessoa de nacionalidade marroquina.

Segundo o jornal ABC Color, os corpos já estão em estado avançado de decomposição e as vítimas seriam imigrantes ilegais que tentaram entrar na América do Sul.

O jornal cita que o contêiner teria sido desembarcado em julho deste ano e chegou em 19 de outubro no Porto Terport de Villeta. Também não é descartada a possibilidade de mais corpos.

Os corpos foram descobertos porque funcionários da empresa que comprou o fertilizante, que ainda não teve o nome divulgado, abriram o contêiner hoje pela manhã. Para a promotora paraguaia Marcela Saldívar, as vítimas podem ter recebido a proposta de que seriam levadas para a Europa Ocidental.

Restos de alimentos indicando uma curta viagem, foram encontrados juntos com os corpos.

Ainda de acordo com o jornal, um cartão de táxi sérvio também fora encontrado. O ABC Color alega que o tráfico ilegal de pessoas é uma prática comum na Ásia e Europa Ocidental, e as viagens geralmente são realizadas em contêineres ou até caminhões.

Em 2019, 39 pessoas foram encontradas mortas num caminhão, no East London.