Ações do DOF em 2021 causaram prejuízo milionário para o crime organizado

Os números de apreensões de drogas continuam expressivos em Mato Grosso do Sul e o DOF (Departamento de Operações de Fronteira) se mantém como unidade operacional com maior volume de drogas apreendida, além de manter o enfrentamento a outros crimes transfronteiriços no país. Só no ano passado foram retirados de circulação 195.034,583 quilos de drogas, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 301.758.000,00 aos traficantes.

Das quase 200 toneladas de drogas apreendidas no ano passado 167.2 quilos eram de cocaína, 56,5 quilos de haxixe, 264,3 quilos de pasta base de cocaína, 1.207,9 quilos de skank e 193.339,395 quilos de maconha. Em 2021 foram apreendidos 237 veículos envolvidos com o tráfico de drogas, ainda 340 pessoas foram presas por esta prática criminosa, dos quais 303 adultos presos em flagrante e 37 menores apreendidos.

Ainda no ano de 2021 foram feitas a apreensão de mais de 3,8 milhões de maços de cigarros contrabandeados do Paraguai, um prejuízo aos contrabandistas de mais R$ 19 milhões, sendo 127 veículos apreendidos envolvidos nestes ilícitos. Já com relação ao contrabando de agrotóxicos foram retirados de circulação quase 11 toneladas destes produtos em todo o ano passado, um volume 47% maior de todo o volume apreendido em 2020.

Em 2021 foram recuperados pelo DOF 92 veículos com queixa de roubo/furto e cumpridos 23 mandados de prisões, além da apreensão de 28 armas de fogo de diversos calibres.

No combate ao descaminho de produtos oriundos do Paraguai, foram apreendidos 997 pneus de diversos tamanhos, mais de R$ 2,5 milhões em eletrônicos, além de brinquedos, confecção entre outros produtos sem documentação necessária para importação.

Ao todo, no ano passado 576 pessoas foram presas por policiais do DOF envolvidas em algum tipo de crime transfronteiriço em Mato Grosso do Sul. E o prejuízo levado ao crime desde as apreensões de mercadorias ilegais, veículos, imóveis, cédulas de dinheiro, drogas e outros superam os R$ 400 milhões.

Em 2021 o DOF ainda realizou a sétima edição do Curso de Especialização em Policiamento de Fronteiras onde formaram-se 31 policiais que vão realizar o trabalho de polícia ostensiva de fronteira com maior eficiência e qualidade.

Para o diretor do DOF, coronel Wagner Ferreira da Silva, os números do DOF em 2021 demonstram a capacidade do órgão no enfrentamento ao crime transfronteiriço em Mato Grosso do Sul.
“O impacto das ações do DOF reflete em todo território do país, já que, grande parte do material ilícito interceptado teria como destino outros estados brasileiros e serviriam para gerar grande lucro as organizações criminosas e, portanto violência. Fortalecer nossas fronteiras significa minimizar a violência em todo o país e contribuir para a paz social que tanto almejamos” enfatizou coronel Wagner.

Somente as apreensões de drogas feitas pelo DOF no ano passado geraram um prejuízo de mais de R$ 300 milhões ao crime no Brasil. (Foto: Divulgação)
Veja também