Avião fez pouso de emergência em Aral Moreira quando voava para o Paraguai diz DRACCO

Policiais do DRACCO – Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado, devem transportar nesta sexta-feira (10) para Campo Grande, a aeronave Seneca matrícula PT-RTP, incendiada na região de Aral Moreira. Com levantamentos no local, a equipe de investigação de acidentes aeronáuticos, do Departamento, constatou que houve um pouso de emergência na lavoura após pane na aeronave que estava aproada (na direção) para o Paraguai.

Investigadores dizem que avião foi “preparado” para o pouso de emergência.(Foto: DRACCO)

De acordo com a diretora do Dracco, delegada Ana Cláudia Medina, o Seneca sofreu uma pane de motor e o piloto preparou pouso de emergência tendo o trem de pouso recolhido e flap acionado. O pouso foi bem sucedido, não havendo, ao contrário do que suspeitava-se, nenhum indício de vítima no local, existem sim, conforme a delegada, marcas de desembarque de ocupantes do avião.

A investigação confirmou que após o pouso forçado a aeronave foi incendiado e os ocupantes deixaram o local com alguma forma de apoio. A aeronave era apreendida e desativada por força de restrição judicial, o que pode indicar que estava sendo levada para entrega em território paraguaio, distante menos de 100 metros de onde pousou.

Policiais observam o que sobrou na aeronave.(Foto: DRACCO)
Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais