Brasileiro que integra organização criminosa é acusado de comandar sequestro frustrado

O brasileiro José Huppes, preso na Penitenciária Regioanl de Encarnación, e identificado como integrante de uma organização criminosa, é apontado como responsável pela tentativa frustrada de sequestro em Ciudad del Este, na fronteira com Foz do Iguaçu.

De acordo com a Polícia Nacional do Paraguai, os agentes impediram a ação que aconteceria ontem (18), quando seis pessoas foram presas.

Após investigações, foram identificados Vinicios Da Silva Ferraz, que tem ficha no Brasil por danos e ameaças, Jean Samuel Da Veiga, por homicídio doloso, lesão corporal e ameaças, Ángel Ramírez, Diosnel Mieres, Félix Rodrigo Mendoza Mieres e Eduardo González Zelaya.

O Ministério da Justiça informou que Huppes, detido por roubo qualificado, comandou a tentativa de sequestro. O nome da vítima que estava na mira grupo criminoso, que estavam preparados com armas e máscaras, não foi divulgado pela Polícia Nacional.

Ainda conforme informações da polícia do país vizinho, a ação foi impedida após a apreensão de um celular, encontrado dentro do vaso sanitário da Penitenciária Regional de Encarnación.

Os investigadores também conseguiram localizar um carro modelo Toyota Avensis, branco, registrado em nome de Sebastián Martínez Báez, além de espingardas calibre 12 milímetros, um revólver, várias munições e chips telefônicos.

Veja também