Casal é encontrado morto em quarto de hotel e polícia aponta para feminicídio

Fim do relacionamento de seis meses teria motivado o feminicídio num hotel ontem (4), em Dourados. Maycon Alves dos Santos, de 26 nos, atirou na cabeça de Marian da Silva Barros, de 40. Após matar a mulher, o homem cometeu suicídio.

O rapaz não aceitava o término da relação e veio para a cidade na última sexta-feira (2), pedindo para se encontrar com a ex, alegando que iria se despedir, e assim convenceu a vítima a encontrá-lo.

Ao chegar em Dourados, Maycon passou a ligar insistentemente para Mariana que decidiu ir até o hotel onde o autor estava hospedado.

Segundo a perícia técnica que esteve no local, Mariana foi encontrada sentada próximo aos pés da cama, com ferimento de disparo de arma de fogo na região da cabeça.

Já Maycon estava deitado na cabeceira da cama, com os pés encostados na mulher, segurando uma arma de fogo, com o polegar direito sob o gatilho. Ele teria colocado a arma na boca e disparado, sendo que o projétil saiu na parte de cima da cabeça.

Preocupado, um primo de Maycon tentava falar com ele por telefone e, após não conseguir, entrou em contato com o hotel. A partir disso, a funcionária do estabelecimento foi até o quarto do rapaz e encontrou os corpos ensanguentados.

A perícia também apontou que os dois disparos foram efetuados a curta distância. Pela posição em que os corpos foram encontrados e ferimentos, tudo indica que ele matou a mulher e atirou contra si em seguida.

No quarto de hotel, o carro de Mariana foi apreendido e a Polícia Civil registrou o caso como feminicídio, violência doméstica e familiar, e suicídio.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais