Agentes Especiais da Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD) do Paraguai prenderam na manhã desta segunda-feira (27) cinco brasileiros que seriam membros de uma organização criminosa que atuam na fronteira entre o Departamento de Amambay e o Mato Grosso do Sul.

As prisões aconteceram em Capitan Bado cidade paraguaia ao lado de Coronel Sapucaia e os acusados foram identificados como sendo Ailton Santos da Silva de 44 anos, João Pucheta Filho de 28 anos, Júlio Jonatan Mendonça Barbosa também de 28 anos, Anderson Pucheta de 25 anos e Marcelo de Mello Soares de 35 anos.

Eles foram presos em uma propriedade rural na Colônia Chaco’i e cm eles foram encontrados um tablete de maconha e certa quantidade de cocaína. O local onde eles estavam funcionava, sendo a SENAD como ponto de armazenamento de entorpecentes que depois eram enviados para o Brasil. Os policiais apreendam também vários carregadores de diversos calibre e um automóvel.

Os cinco acusados foram colocados à disposição das autoridades paraguaias e foram levados para a Base Regional da SENAD em Pedro Juan Caballero.