Os tabletes tinham identificações diferenciadas.(Foto: Adilson Domingos)

Pesou ao todo 446 quilos a cocaína aprendida nesta quinta-feira (14) na MS 166 entre o distrito da Cabeceira do Apa em Ponta Porã e Antônio João pela Polícia Rodoviária Federal. O motorista e dono da carreta Volnei Aparecido Martins de 53 anos morador em Dourados, disse que levaria a droga para o porto de Santos e que de lá o entorpecente teria a Europa como destino.

Volnei foi parado em uma fiscalização de agentes da Delegacia de Dourados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e depois de uma rápida vistoria os policiais encontraram o compartimento onde a droga estava escondida. A carreta estava carregada com soja a granel que seria levada pra Rolândia no Paraná e depois ele embarcaria outra carga de grãos e seguiria para o porto de Santos.

A carga está avaliada em mais de R$ 10 milhões  e alguns tabletes estavam identificados com a logomarca de um carro famoso, levando os policiais a acreditarem que pertenciam a mais de um dono. Volnei foi levado para a Polícia Federal de Ponta Porã onde será autuado por tráfico de drogas.