Comerciante é atacado a tiros em Ponta Porã e morre em hospital

Uma confusão em circunstâncias a serem apuradas, terminou em morte a tiros esta manhã (15) na cidade de Ponta Porã, fronteira com o Paraguai. A vítima, proprietário de academia na cidade chegou a ser socorrida, mas morreu pouco tempo depois.

Anderson Bambil Megarejo onhecido como “Batata”, a vítima que era proprietária da Up Gyn, estava em frente ao Dex House, antigo Novilho de Ouro quando foi atingida a tiros. Socorrido pelo SAMU e encaminhado ao Hospital Cassems de Ponta Porã, “Batata” não resistiu.

Equipes da Polícia Civil, GCMFron e Polícia Militar atendem o caso. Apesar do tempo ruim, uma grande aglomeração ocorre no local do crime.

Batata foi socorrido e lavado para um hospital onde morreu quando era atendido.(Foto: Facebook)
Veja também