DEFRON apreende mais de 210 quilos de cocaína em Dourados

Investigações em andamento pela Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira-DEFRON, apontaram esquema de envio, a partir de Dourados, de pasta base de cocaína e de cloridrato de cocaína dentro de tanquues com carga de óleo vegetal, logística que dificultava em muito a fiscalização pelas forças policiais.

A investigação também revelou que o esquema de tráfico já havia encaminhado, somente neste ano, mais de doze cargas de entorpecentes para os Estados de São Paulo, Paraná e Minas Gerais, obtendo um lucro milionário. Fechada a investigação, pouco antes de 11h desta terça-feira (7), equipe da DEFRON abordou o motorista da carreta quando ele estava na fila de uma empresa localizada no distrito industrial para carregar a carreta com óleo vegetal.

Entrevistado sobre o transporte da droga, o motorista, de 48 anos e morador em Itaporã, inicialmente negou o transporte criminoso. Em meio a contradições, disse que “poderia” estar transportando alguma coisa ilegal. Solicitado apoio do Corpo de Bombeiros, foi cortado o tanque da da carreta, sendo encontrados vários sacos protegidos por múltiplas camadas de plástico e neles tabletes de pasta base de cocaína.

A droga avaliada em R$ 5 milhões, totalizou 212,800 quilo. Com a descoberta, o motorista disse que ontem saiu de Itaporã e foi para Dourados, deixando a carreta em uma oficina mecânica, local onde supõe ter sido carregada a milionária carga de pasta base de cocaína.

Ele acrescentou que hoje por volta de 10h, buscou a carreta na oficina mecânica e seguiu para carregá-la com o oléo vegetal que, tal como a droga, teria como destino o Estado de São Paulo. O preso que não teve o nome revelado, foi autuado em flagrante pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo representado pela decretação de sua prisão preventiva.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais