refis

Delegado autuou homem que matou mãe e filha em Antônio João por duplo feminicídio

Liziane Berrocal

Jorcy  Marques Ortiz, 52 anos, apontado como autor do duplo homicídio que vitimou Rosenilda Rodrigues Maciel e a filha dela Andréia Rodrigues Maciel foi autuado por duplo feminicídio. Ele, que confessou o crime em um áudio enviado para o grupo de WhatsApp da família dele, se apresentou ontem (7) em Ponta Porã. Jorcy matou as duas a tiros na noite de sexta-feira (4) em Antônio João. 

O delegado Patrick Linares da Costa alterou o fato de duplo homicídio para feminicídio. “O motivo é que havia um relacionamento prévio entre o autor e uma das vítimas, que é mãe da segunda, evidenciando a relevância da condição de mulher para a dinâmica dos fatos”. Já foram colhidos depoimentos de testemunhas. No dia do crime parentes de Rosenilda disseram que os dois teriam um caso e como o autor devia dinheiro para ela, a mulher teria ameaçado contar sobre o romance para a família do autor.

No domingo ele confessou em áudio as mortes, porém, fez questão de ressaltar que não era caloteiro. “Eu quero aqui esclarecer, que não é verdade o que foi anunciado, tanto é que tenho recibos assinado por ela em vida, que recebeu. Ninguém vai assinar um recibo sem receber, só que aí cada vez que enchia a cara vinha na casa me chamar de ladrão, todos os vizinhos viam. Aí deu no que deu, aconteceu”, confessou. 

Rose foi morta com quatro tiros e a filha dela com dois. Ele já havia tido um relacionamento com a mulher, e segundo informações da família da vítima, Jorcy devia uma quantia em dinheiro para ela. 

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais