Encontrados pertences de professora assassinada na fronteira


Marcos Morandi/Midiamax
Na tarde desta sexta-feira (29), um grupo de crianças da cidade de Yby Yaú, encontrou a mochila da professora Isamar Auxiliadora Cabral Aguilar, que foi assassinada em Loreto, no Departamento de Concepción. Ela desaparecida desde a última terça-feira (26).


A Polícia Nacional informou que entre os pertences localizados no bairro Medalha Milagrosa, estava um carimbo personalizado com a inscrição “Prof. Isamar Auxiliadora Cabral Aguilar – Registro nº 117238”, produtos de maquiagem feminina, dois cadernos e livro do ensino fundamental, além de documentos.
A mochila foi levada inicialmente para a casa de uma delas e depois entregue à polícia pelos familiares. Os agentes estiveram no local e encontraram mais dois cadernos e também uma bíblia. Todo o material já foi apreendido e encaminhado para o Ministério Público.


O assassinato da professora está sendo investigado como latrocínio, uma vez que o seu carro foi levado e depois encontrado pela polícia. O principal suspeito já foi identificado mais ainda não foi localizado.
O crime comoveu os moradores de Concepción que nesta sexta feira (29) organizaram uma marcha pedindo Justiça. Neste sábado (30) é comemorado o Dia do Professor no Paraguai, mas as atividades foram suspensas na cidade em homenagem à Isamar.

Veja também