Ex-marido confessa que atirou em mulher em Ivinhema; vítima estava grávida

Horas depois de matar a ex-mulher a tiros, Aparecido Vicente dos Santos, conhecido como Cido Pancadão, foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (20), e confessou o crime. Maria Mercedes Dominguez Cristaldo, de 25, foi assassinada, por volta das 4h30, na rua 21, no bairro Triguinã, em Ivinhema.

Segundo o Campo Grande News, o delegado Felipe Alvarez Madeira informou que a arma artesanal calibre 12, conhecida como garrucha, utilizada no feminicídio foi localizada em área de mata.

Familiares disseram que a vítima estava grávida. Indagado, Cido alegou que não sabia. Ele foi preso em flagrante por feminicídio. O Corpo foi levado ao Iml (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico.

Testemunha relatou à Polícia Militar, que Maria saía para trabalhar, quando foi surpreendida pelo suspeito que saiu debaixo de um ‘pé’ de colorau, atravessou a rua e fez os disparos.

Após o crime, o atirador fugiu pela rua Dezessete, sentido bairro Vitória. A vítima chegou a ser socorrida por familiares ao Hospital Municipal, mas morreu antes de dar entrada na unidade.

No corpo dela, havia oito perfurações, ainda conforme o site. A mãe da mulher relatou que no decorrer da semana, a filha discutiu com Cido Pancadão, morador em Novo Horizonte do Sul, e foi ameaçada de morte. A jovem era casada e tinha três filhos.

Veja também