Identificadas vítimas de atentado onde grávida de gêmeos morreu

Foi identificada como Ana Carolina Alhende Aquino a mulher que morreu nesta sexta-feira (24) durante um atentado nas proximidades do Pesqueiro da Tia Rosa em Ponta Porã, onde o principal alvo seria o marido dela Gabriel de Abreu Silva que levou um tiro de raspão em um dos braços e não corre risco de morte. O casal estava em um Corolla com placas de Naviraí quando foi atacado pelos pistoleiros.

Um dos tiros atingiu a nuca de Carolina que foi socorrida e levada para o Hospital Regional de Ponta Porã. Os médicos fizeram uma cirurgia de urgência para a retira das duas meninas que nasceram saudáveis.  Havia a possibilidade da transferência delas para o Hospital Universitário de Dourados, que é referência em casos de nascidos pré-maturos, mas até o momento o quadro de saúde das duas recém nascidas é bom e elas estão na UTI neonatal da unidade.

Policiais civis e militares trabalham no caso e assim que tiver alta médica Gabriel deverá ser ouvido para tentar identificar os agressores e os motivos do crime. A morte de Ana Carolina na véspera do Natal chocou a população de Ponta Porã e o nascimento das gêmeas em meio a tragédia foi considerado um “milagre de Natal” por parentes e amigos do casal.

Os pistoleiros chegaram atirando contra o carro onde o casal estava. (Foto: Divulgação)
Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais