A vítima deixava o Albergue para trabalhar quando foi morto.(Foto: Divulgação)

A polícia ainda não possui pistas sobre motivação ou autoria do assassinato do interno na Casa do Albergado, Robson Jorge da Silva, de 32 anos, condenado por tráfico e beneficiado com o regime aberto, executado a tiros esta manhã quando deixava a Casa do Albergado na Vila Sobrinho, de onde iria para o trabalho, mas acabou surpreendida pelo matador.

Consta que Robson foi atingido com 8 tiros na face e antebraço atravessando o peito. Familiares que acompanharam os levantamentos no local do crime, disseram desconhecer existência de ameaças contra a vítima ou que tivesse rixa com alguém. O corpo já está no Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL.