Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Justiça manda soltar Jerson Domingos preso ontem na Omertá

Na madrugada de hoje (19) a justiça concedeu liminar dando liberdade ao ex-deputado estadual Jerson Domingos e também para Cynthia Name Belli. Ambos foram presos ontem na operação Omertá fase Armagedom. Pelo menos 18 pessoas foram alvos de mandados de prisões entre policiais, delegados e funcionários do grupo.

Segundo o Ministério Público Estadual operação deflagrada pelo Gaeco tem o objetivo desbaratar organização criminosa atuante em Mato Grosso do Sul, especialmente na região de fronteira, dedicada à prática dos mais variados crimes, dentre eles o tráfico de armas, homicídios, corrupção e lavagem de dinheiro.

Foram cumpridos 18 mandados de prisão preventiva, 2 mandados de prisão temporária e 20 mandados de busca e apreensão nas cidades de Campo Grande, Ponta Porã, Ivinhema e, com o apoio do GAECO de São Paulo, em Peruíbe, interior daquele Estado.

Durante as investigações, apurou-se que a organização criminosa chefiada por Jamil Name e Jamil Name Filho, objeto da primeira fase da Operação “Omertà”, atuava em conjunto com a organização criminosa foco da operação deflagrada nessa quinta-feira, apoiando-se para a prática de crimes que vão desde comercialização de armas de fogo entre si, até o planejamento e execução de homicídios para a efetivação de suas ações. Durante as investigações ficou evidenciado que ambas as organizações criminosas se valiam do auxílio de agentes estatais de segurança pública.

Seis Promotores de Justiça integrantes do GAECO e aproximadamente 200 policiais, participaram da Operação “Omertà III – Armagedom”.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais