Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Mecânico foi assassinado em frente a esposa

A Polícia Civil de Ponta Porã está tratando o assassinato do mecânico Francisco Ramão Lopes de 47 anos, como um homicídio simples. A princípio o caso era suspeito de latrocínio, mas como nada foi levado tudo indica que os dois homens que fecharam o Toyota Noah conduzido pela esposa de Francisco tinham mesmo a intensão de mata-lo.

Segundo informações a mulher e o marido seguiam pela rua Coronel Santana no Jardim Primor quando dois homens em um Gol fecharam o carro que era conduzido pela mulher e um deles desceu com uma pistola e disse “perdeu, perdeu”, puxou o mecânico do carro e atirou contra a vítima. Com Francisco caído e ferido o pistoleiro atirou mais duas vezes contra a cabeça dele fugindo logo em seguida.

A Polícia Civil de Ponta Porã já começou a investigar o caso a partir das informações fornecidas pelos familiares do mecânico.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais