Mulher que estava sequestrada é libertada na fronteira

Uma postagem nas redes sociais no começo da tarde deste domingo (6), o empresário Jonas Pinheiro disse que esposa dele Célia Donizete de Moraes, de 56 anos, que tinha sido levada na manhã de ontem (5) por homens armados quando chegava a uma empresa da família dele em Ponta Porã, tinha sido libertada. “Obrigado Senhor. Ela já está conosco novamente. Obrigado a todos vcs que oraram e torceram por nós”, postou o empresário.

A esposa dele ficou mais de 24 horas nas mãos dos sequestradores e durante as investigações que envolveram policiais brasileiros e paraguaios, uma mulher que negociava o pedido de resgate com a família foi presa em São Paulo e uma moradora de Pedro Juan Caballero que tinha sido a dona do carro usado no sequestro foi detida pela Polícia Nacional.

Ainda não há informações se houve o pagamento de resgate, mas no final da manhã de domingo, surgiu a informação de que R$ 600 mil tinham sido pagos e que a libertação Célia era dada como certa. O fato era negado pelas autoridades.

Ainda nesta tarde a secretaria de Justiça e Segurança Pública do Mato Grosso do Sul deverá dar detalhes das investigações e de como aconteceu a libertação da vítima. O sequestro da moradora de Ponta Porã mobilizou a população da cidade e de Pedro Juan Caballero e nas redes sociais o desfecho do caso é comemorado por brasileiros e paraguaios.

A mulher foi libertada neste domingo. (Foto: Divulgação)
Veja também