Polícia faz cerco na fronteira para prender envolvidos no ataque a Acevedo

Marcos Morandi/Midiamax

Desde o final da tarde de terça-feira (17), logo após o ataque que feriu o prefeito José Carlos Acevedo, as forças policiais paraguaias estão mobilizadas para prender os envolvidos. Entretanto, apesar do cerco, até o momento nenhuma pessoa que tenha ligação com o crime foi presa.

O ministro do Interior, Federico González, informou que Pedro Juan Caballero, capital do Departamento de Amambay está cercada está cercada por policiais. Equipes da FTC (Força-Tarefa Conjunta) também foram mobilizadas desde o início da noite.

Segundo informações, o ministro do Interior, o subcomandante da Polícia Nacional, Baldomero Jorgge Benítez e também o Gilberto Fleitas já está em Pedro Juan Caballero. ”Vamos tomar todas as providências necessárias”, disse o ministro a uma emissora de rádio da cidade.

Veja também