Polícia prende pistoleiro contratado por R$ 10 mil em Capitán Bado

Javier Contrera Fernandez, procurado pela Justiça do Paraguai desde 2013, por homicídio, foi preso ontem (17), em Capitán Bado – cidade que faz fronteira com o município brasileiro de Coronel Sapucaia.

O homem disse que se preparava para praticar um assassinato e que para isso, ganharia R$ 10 mil, segundo informou o comissário César Casco, chefe de Investigações de Capitán Bado.

A encomenda, segundo o César, teria sido contratada por Fredy Alexis Centurión Castro, de 25 anos, que também foi preso pela polícia paraguaia. “Ele recebeu um contrato de dez mil reais”, disse.

Com Fredy a Polícia Nacional encontrou uma pistola nove milímetros e três carregadores. A arma e munições foram encontradas na casa do suposto mandante, que queria resolver uma desavença familiar.

Veja também