Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Preso em operação no Paraguai usava nome falso e era procurado pela polícia

A Polícia Nacional do Paraguai informou há pouco que um dos presos na Operação Fronteira Segura, realizada na manhã desta quinta-feira (11) em Pedro Juan Caballero usava identidade falsa em nome de Rafael Sancanari, mas que se tratava de Djonathan Augustinho Fuliotto Pimentel e que seria membro de uma organização criminosa e com mando de prisão em aberto no Brasil.

A SENAD também informou que uma mulher que foi presa na operação, foi colocada em liberdade e deverá prestar informações para a justiça paraguaia em breve.

A Operação Fronteira Segura visa membros de uma organização criminosa que age na região e comanda o crime organizado a partir de presídio do Brasil. Um advogado de Dourados foi preso, em uma casa onde estava Luiz Guilherme Dutra Toppan o Coxinha, traficante procurado pela polícia brasileira.

Os três devem ser expulsos ainda hoje e Coxinha e Djonathan devem continuar preso, já o advogado se não tiver mandado de prisão no Brasil pode ser colocado em liberdade.

 

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais