Procurador antidrogas do Paraguai é assassinado em lua de mel na Colômbia

O procurador especializado contra o crime organizado e tráfico de drogas, Marcelo Pecci, foi assassinado nesta terça-feira na Colômbia. Segundo informações da Interpol do Paraguai, ele na cidade de Cartagena das Índias.

Segundo a polícia paraguaia, o agente do Ministério Público fazia uma viagem de lua de mel na ilha de Barú.

Ele tinha se casado recentemente com Claudia Aguilera, que havia contado a familiares que estava grávida.

De acordo com dados preliminares, os supostos agressores estavam em jet skis no momento do ataque. A esposa do promotor saiu ilesa do atentado.

Autoridades paraguaias estão se mobilizando para viajar à Colômbia e apurar as circunstâncias da execução do procurador.

Veja também