Rapaz é preso e confessa ter assassinado a irmã gravida de 5 meses

Alisson Luan Pinto Silveira, de 27 anos, confessou ter assassinado a irmã Angel Luma Pinto Silveira, de 28, com um tiro na cabeça na madrugada da última segunda-feira (23), em Caarapó. Ele foi preso na tarde de ontem (25).

Como já noticiado pelo Ponta Porã News, a vítima estava grávida de cinco meses e foi baleada na cabeça. Inicialmente, o rapaz disse que ele e Angel estavam à frente de uma conveniência, quando um desconhecido chegou e efetuou vários disparos.

No entanto, as investigações da PC (Polícia Civil) apontaram que o autor e a mulher estavam no local, consumindo bebidas alcoólicas e por volta de 0h, deixaram o estabelecimento. Durante o trajeto, eles tiveram uma discussão, Alisson sacou a arma e atirou.

Em seguida, o autor fugiu, antes mesmo da chegada do socorro e da PM (Polícia Militar). Passado o período de flagrante, o homem se apresentou na delegacia de polícia, onde tentou manter a história de que o crime foi cometida por uma terceira pessoa.

Por fim, ele confessou o crime, mas alegou que ao apontar a arma para a cabeça da irmã e puxar o gatilho, acredita que a mesma estava sem munição.

A arma usada no crime, revólver calibre 38, foi apreendida e de acordo com a polícia, estava municiado com apenas uma cápsula deflagrada.

Veja também