SENAD “ataca” produção de maconha na fronteira com o MS

Operações reaçizadas por agentes especiais da Secretaria Nacional Antidrogas – SENAD, das Regionais de Pedro Juan Caballero e Bella Vista Norte continuam detectando pontos de produção de maconha, levando a uma série de procedimentos a partir do norte do Departamento de Amambay. Em dois dias de operações, mais de 16 toneladas da droga foram eliminadas.

Na terça-feira (25), foi realizada uma ação deslocando uma equipe para atuação no município de Cerro Corá. Os agentes localizaram e destruiram uma plantação de maconha em uma área rural. Juan Carlos Paris Ibáñez, foi preso no local.

Nesta quarta-feira (26) os agentes estenderam as ações em de Bella Vista Norte, onde foi realizada a eliminada uma plantação de pelo menos 4 hectares de maconha. Dois acampamentos contendo sementres ferramentas também foram encontrados.

No total, os dois dias de operação supervisionada pelos promotores Blanca Dávalos e Celso Morales, possibilitaram a destruição de 16,5 toneladas de maconha. Já são várias as áreas atingidas com as ações da SENAD esta semana, as quais abrangeram pontos como Pa’i Tavyterâ, Cerro Kuatiá, Cerro Corá e Bella Vista Norte.

Policial corta parte de plantação de maconha na região de fronteira.(Foto: SENAD)
Veja também