Uma operação conjunta entre a Prefeitura Naval da Marinha do Paraguai e Agentes Especiais da SENAD baseados em Salto del Guairá próximo a Mundo Novo, levou à apreensão de um carregamento de maconha nas margens do rio Paraná, em uma área conhecida como Puerto Tigre. A droga foi escondida em arbustos para posteriormente ser enviada para o território brasileiro.

A operação teve a supervisão do procurador Vicente Rodríguez, e foram apreendidos 107 quilos e 600 gramas de maconha prensada. A SENAD vem aumentando o trabalho juntamente com o a Marinha paraguaia, já que tem aumentado muito o uso dos rios e lagos da região de fronteira com o Mato Grosso do Sul e do Paraná para o tráfico de drogas.

Com um controle maior nas rodovias dos dois países as vias fluviais passaram a ser uma alternativa para os traficantes.