No Diário Oficial desta segunda-feira (16), o Estado de Mato Grosso do Sul declarou luto oficial por três dias, pelo falecimento do deputado estadual Onevan de Matos. A declaração foi por meio do Decreto Especial 139, que prevê efeito a partir do dia 13 de novembro de 2020, dia no qual ocorreu o falecimento do parlamentar na cidade de São Paulo (SP).

Advogado, Onevan de Matos nasceu na cidade de Frutal, hoje Itapagipe (MG), no dia 17 de dezembro de 1942. Conforme o texto do decreto, no ano de 1975 escolheu o Município de Naviraí, em Mato Grosso do Sul, para morar e exercer a sua profissão.

Em 1978, logo após a criação de Mato Grosso do Sul, foi eleito deputado estadual na primeira legislatura deste Estado, tendo participado da elaboração da primeira Constituição Estadual. O decreto traz, ainda, a informação de que em 1983 Onevan tomou posse em seu segundo mandato de deputado estadual e em 1987 iniciou o seu terceiro mandato, licenciando-se do parlamento para concorrer ao cargo de prefeito de Naviraí. No dia 31 de dezembro de 1988 assumiu a Prefeitura de Naviraí e em 1998 Onevan de Matos foi eleito pela quarta vez deputado estadual em Mato Grosso do Sul, sendo reeleito nos anos de 2002, 2006, 2010 e 2014.

O deputado integrava a bancada do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) na Casa de Leis e, de acordo com o decreto assinado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), ofertou “importantes contribuições ao povo sul-mato-grossense no exercício de suas atividades públicas como parlamentar e prefeito”. Nas redes sociais, servidores e amigos lamentaram a morte de Onevan, que era uma pessoa querida por muitos na Casa de Leis.