refis

Amambai vai instalar 10 leitos de UTI-Covid no Hospital Regional

Amambai deverá ter nos próximos dias, pela primeira vez em sua história, leitos de UTI, instalados no Hospital Regional daquele município. Serão ativadas, dentro de aproximadamente 15 dias, dez unidades, que serão utilizadas no tratamento de pacientes graves da Covid-19. O hospital é referência para várias cidades do Cone Sul e Fronteira.

A conquista será possível por intermédio de parceria entre o governo do Estado, representado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e Prefeitura de Amambai. Pelo convênio, o Estado fará aporte financeiro ao Município, por um período de seis meses. O Estado vai bancar sete, e o Município três, das dez unidades, até que haja a habilitação das mesmas pelo Ministério da Saúde.

Para tanto, foi contratada a empresa Bone, que oferecerá serviços de gerenciamento técnico, administrativo, fornecimento de recursos humanos, recursos materiais, medicamentos, insumos farmacêuticos, inclusive equipamentos para o funcionamento dos dez leitos.

Segundo o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, a instalação dos novos leitos acontece como parte da estratégia do governo do Estado de suprir a demanda por UTI’s com o aumento do número de casos de Covid-19. “Já temos uma grande parceria com Amambai, principalmente na área de saúde, que resultou na reforma e ampliação do Hospital Regional, para o qual viabilizamos recursos estaduais e federais”, explicou Geraldo.

“Com o advento da pandemia, desde o início, reforçamos o trabalho conjunto com todos os municípios, fazendo de tudo para que, de um lado, haja um recuo da doença e de outro, para que não faltem nem leitos, nem insumos e nem medicamentos para os sul-mato-grossenses vítimas da pandemia”, salienta o secretário.

De acordo com o prefeito de Amambai Edinaldo Bandeira, a implantação dos leitos de UTI é mais um projeto que se torna realidade na luta contra o novo coronavírus. “Teremos toda a capacidade física, estrutural e humana, com profissionais especializados atendendo a população, consolidando Amambai como polo regional de saúde”, destaca.

“Agradeço ao secretário Estadual de Saúde Geraldo Resende e ao governador Reinaldo Azambuja que deram a possibilidade desta parceria, uma conquista que surgiu da necessidade, mas que se torna realidade permanente e que tenho a certeza de que será um grande ganho para a população”, ressalta o prefeito.

A assinatura do contrato com a empresa que será responsável pelos serviços, aconteceu na tarde desta quarta-feira (23) pelo prefeito Dr. Bandeira, o presidente da Sociedade Amigos de Amambai (SAA) Alcides Charão Mariano e diretor Alberto Almeida, da empresa contratada.

Usina de Oxigênio

O governo do Estado, por intermédio da SES, também já repassou ao Município de Amambai, recursos da ordem de R$ 550 mil, destinados à implantação de uma usina de oxigênio no Hospital Regional de Amambai.

A medida faz parte dos preparativos para a instalação dos leitos de UTI na unidade hospitalar. Para tanto, o Município já está abrindo licitação para a compra do equipamento. Porém, paralelamente, a administração municipal está mantendo tratativas com a empresa que já fornece gases para o hospital, a fim de suprir a unidade até que a conclusão do processo licitatório.

“Trata-se de uma conquista extraordinária, pois com isso o oxigênio será produzido no próprio hospital, gerando economia e agilidade no atendimento, e sem risco de falta. Agradecemos em nome da nossa comunidade mais essa ação do governo do governo do Estado na área da saúde para Amambai”, concluiu o prefeito Bandeira.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais