Grupo musical sofre ataques na internet após lançamento de música ‘polêmica’

Membros do grupo musical ‘Mafia Green Disk’, de Dourados, têm sofrido uma série de ataques na internet após o lançamento da música ‘Pátria Corrompida’, que ocorreu no dia 9 de junho de 2022.

A letra da música faz menção às mazelas atuais da sociedade e também faz críticas ao ‘desgoverno Bolsonaro’, o acusando de negacionista durante a gestão da pandemia de Covid-19.

Mas as críticas se estendem também às políticas públicas de Mato Grosso do Sul em relação aos indígenas. O grupo denuncia um suposto descaso com esses povos.

A letra também afirma que a PM (Polícia Militar) é violenta e, por isso, os ataques, já que, segundo eles, viaturas policiais passam em frente de suas residências “de forma excessiva, numa forma de mostrar poder e amedrontar a todos”. Até números ‘fakes’ estariam sendo utilizados a fim de marcar encontros com os integrantes.

O grupo ‘Mafia Green Disk’ é de Dourados e, como ressaltado por eles, a música ‘Pátria Corrompida’ é uma expressão daquilo que eles vivenciam diariamente.

Formado em 2019 por Gabriel Braga Marques, o ‘Braga MC’, e pelo primo Gustavo Ratier Marques, o ‘Ratier MC’, no início, músicos e compositores escreviam letras de rap na vertente ‘Boom Bap’, mas o estilo foi se alterando e encontraram no trap, um subgênero do rap. (Com Folha de Dourados).

Veja também