Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Covid-19: Ponta Porã quer alinhar dialogo com Consulado Paraguaio

Durante coletiva de imprensa, ocorrida nesta quarta-feira (13) no Anfiteatro da Prefeitura de Ponta Porã, o prefeito Hélio Peluffo acompanhado pelo Secretário municipal de Governo e Comunicação, Eduardo Campos e o Secretário Municipal de Saúde, Patrick Derzi que compõe o comitê municipal de combate a Pandemia, disseram que estarão emitindo um comunicado ao Consulado do Paraguai em Ponta Porã, visando alinhar o diálogo entre os dois países no combate ao Covid-19 na fronteira.

Hélio Peluffo demonstrou descontentamento e questionou a falta de entendimento entre o Consulado do Paraguai com as autoridades sanitárias do Brasil, no caso do paraguaio que realizou um protesto se acorrentando a um poste no lado brasileiro da Linha Internacional.

“Ficamos muito tristes, chateados com o caso assim que ficamos sabendo, pois além deste cidadão haviam mais 20 paraguaios hospedados em um hotel que vieram de São Paulo e estavam em quarentena aguardando uma liberação por parte do Governo paraguaio para retornar ao país vizinho e não fomos comunicados da presença deles aqui” explicou ele.

Segundo o prefeito de uma hora para outra o Consulado solicitou 17 testes de Covid-19. “Foi em cima da hora, mas atendemos, porém, essas pessoas já estavam há 18 dias em Ponta Porã vindo de uma região com auto índice de contágio”, disse o prefeito.

Conforme afirmou a Secretaria Municipal de Saúde, nenhum dos testes realizados deu positivo o que foi recebido com muita alegria pela equipe do Comitê de Combate ao Covid-19 em Ponta Porã.

“Ainda hoje vamos emitir um oficio solicitando ao Consulado do Paraguai que possam estar nos informando com antecedência para evitarmos o avanço da doença, fazendo o bloqueio em tempo, caso contrário todo trabalho até aqui realizado de forma responsável será em vão” disse Patrick Derzi.

Nesta terça-feira (12), um cidadão paraguaio identificado como Élvio Florenciano de 58 anos, resolveu se acorrentar em um poste no lado brasileiro da Linha Internacional como forma de protesto contra as autoridades paraguaias que não respondem a seu pedido de regresso ao país vizinho.

Segundo informações Élvio estaria hospedado em um hotel no lado brasileiro, aguardando a resposta das autoridades paraguaias, com recursos escassos decidiu chamar a atenção das autoridades para o seu problema. Ponta Porã amanheceu chovendo e mesmo assim o homem não se intimidou e realizou o protesto solitário. O homem fez exame e deu negativo ao covid-19.

A decisão presidencial do lado paraguaio em fechar a Linha Internacional para evitar um possível avanço dos casos do coronavírus junto a população paraguaia, vem causando reações diferentes nos mais diversos setores e ocasionando polemicas ao longo dos dias que se sucedem.

O presidente da República do Paraguai, Mario Abdo Benitez “Marito” decretou o total fechamento das fronteiras com o Brasil, alegando que a maioria dos casos de coronavírus registrados no país são oriundos do pais vizinho.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais