Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Desrespeito a agentes de saúde em Ponta Porã pode prejudicar combate ao coronavírus

O Comitê Municipal de Combate a Pandemia do coronavírus em Ponta Porã denunciou desrespeito por parte de alguns moradores da cidade em relação aos agentes de saúde que atuam no combate à pandemia na cidade que faz fronteira com o Paraguai. O município tem mais de 20 casos confirmados da doença.

Recentemente a administração municipal teve que recorrer à Justiça para fazer uma moradora cumprir isolamento domiciliar. Depois de quebrar a quarentena por duas vezes, a paciente desobediente foi obrigada a usar tornozeleira eletrônica.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Patrick Derzi, muitos servidores tem apresentado queixas quanto ao comportamento de proprietários de bares e restaurantes, bem como de familiares em residências, que tratam com deboche o trabalho da vigilância sanitária.

“Esses servidores gostariam de estar em suas casas, protegidos, imunes a frio e ao contágio, mas estão a frente de um importante trabalho em favor da população. É muito triste o comportamento de algumas pessoas”, disse o secretário, ressaltando que o descaso e ofensa de algumas pessoas não pode comprometer o trabalho de toda a equipe.

“Não vamos desistir de fazer o nosso trabalho que visa salvar vidas, conter um avanço da doença. Temos dado todo suporte necessário aos nosso servidores, que já demonstram sinal de cansaço, principalmente pela falta de respeito com o trabalho realizado pela equipe da vigilância sanitária”, ponderou.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais