Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Irresponsabilidade pode ocasionar aumento dos casos de covid 19 em Ponta Porã

Ponta Porã por meio do Comitê Municipal de Combate ao coronavírus covid-19, vem realizando com diversos profissionais nas áreas de saúde, assistência social e gestores um árduo trabalho na busca de bloquear o avanço da doença que ceifou a vida de milhares em todo mundo.

Nesta quarta-feira (20), o Comitê de Combate ao coronavírus sinalizou para o possível aumento dos casos de covid-19 em Ponta Porã nos próximos dias, tendo como principal fator o período de pico da Pandemia, bem como o descaso e irresponsabilidade de uma pequena parcela da população que se considera imune a doença.

Desde as primeiras coletivas feita a imprensa o Comitê de Combate a Pandemia vem sendo enfático, pedindo para que a população siga as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), evitando aglomerações, permanecendo o maior tempo possível em casa, higienizando as mãos com álcool e gel e utilizando as máscaras para impedir o avanço do Covid-9 na fronteira.

Com a flexibilização muitas pessoas deixaram de seguir as recomendações, o que pode ocasionar um aumento significativo da doença em Ponta Porã, cidade globalizada com perfil turístico um dos principais centros comerciais que recebe pessoas oriundas de diversas partes do país e do mundo.

Ponta Porã que até pouco tempo registrava apenas 01 caso da doença, saltou para 07 em mesmo de 01 mês, com cerca de 12 suspeitos, confirmando o perfil do novo coronavírus Covid-9 de rápido contágio e letal para os grupos de riscos, como idosos, diabéticos, hipertensos e outros, mesmo os considerados saudáveis vem demonstrando dificuldades em se recuperar da doença que fez parar o mundo.

A reportagem do pontaporanews aguarda os novos números do Comitê de Combate a Pandemia para atualizar os casos já confirmados na fronteira.

Irresponsabilidade

Ponta Porã foi destaque em todo país, por um caso de irresponsabilidade de uma senhora de 41 anos que foi diagnosticada com coronavírus covid-19 e não obedeceu o período de quarentena para pronta recuperação, tendo que sofrer intervenção judicial para cumprimento das normas de saúde vigente em tempos de Pandemia.

A senhora se encontra em quarentena em casa, com uso de tornozeleira por determinação judicial uma vez que descumpriu a lei e com escolta da Guarda Municipal.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais