Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Saúde promove ações de combate a tuberculose em Ponta Porã

O dia 24 de março é conhecido, como dia Mundial de Combate a Tuberculose. Em Ponta Porã, a Prefeitura do município, através da Secretaria de Saúde e Vigilância em Saúde, divulga e promove ações com o objetivo de conscientizar a população sobre o impacto da doença no mundo e falar sobre prevenção e controle.

Apesar de curável, a tuberculose está atrás apenas do HIV/AIDS em casos de fatalidade causada por um único agente infeccioso. Essa doença é considerada um sério problema da saúde pública, que, por ser infecciosa e transmissível, atinge cerca de 8,8 milhões de pessoas, provocando 1,1 milhões de mortes por ano no mundo. Embora seja uma enfermidade passível de ser prevenida, tratada e mesmo curada, ainda mata cerca de 4,7 mil pessoas todos os anos no Brasil.

A alta taxa de infectados se deve a inúmeros fatores, como contágio pelo ar, através da tosse, espirros e fala da pessoa doente, à alta incidência em grandes aglomerações humanas e em habitações insalubres e, ainda, à quantidade de comprimidos e longevidade do tratamento, que dura cerca de seis meses.

A gerente de vigilância em saúde de Ponta Porã, Isabela Pini Guerreiro, informou que a secretaria de saúde mantém o programa de combate a tuberculose com atendimento médico e fisioterapia no CIS – Centro Integrado de Saúde – que tem como coordenadora Maria Lúcia Gonzales Barbosa e ainda conta com o fisioterapeuta, Dr Pedro Sérgio Roseno e Dr Pablo Marinho Custódio. As demais unidades de saúde encaminham os casos para a coordenação. Depois de identificada a doença, a saúde do município fornece o medicamento necessário para a recuperação do paciente. A coordenação é realizada da sede da vigilância sanitária.

No ano passado em Ponta Porã, foram registrados 21 casos de tuberculose, entre os casos, um óbito foi registrado. Em 2021, de janeiro até aqui, são apenas 3 casos confirmados

Ações de conscientização no combate a tuberculose são realizadas pela vigilância em saúde de Ponta Porã.(Foto: Assessoria)
Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais