Alms

Acusado de matar secretário a golpe de facas é condenados a 14 anos de prisão em Dourados

O cabeleireiro Fernando Souza Gonçalves, de 31 anos, foi condenado ontem (18), a 14 anos e três meses de prisão pela morte do então secretário municipal de Agricultura Familiar de Dourados, Alceu Junior Silva Bittencourt, de 36, no dia 4 de julho de 2020.

Durante o julgamento a defesa pediu a absolvição de Fernando, alegando que ele teria agido em legítima defesa.

No entanto, ao proferir a sentença, o juíz Eguiliell Ricardo da Silva, da 3ª Vara Criminal de Dourados, ressaltou que haviam indícios suficientes que corroborassem a culpa do réu pelo homicídio qualificado por motivo torpe, contra a vítima.

Desde o crime Fernando está detido na PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Relembre

Fernando trabalhava no salão de Bittencourt no residencial Izidro Pedroso e matou o patrão com golpes de faca nas costas e no pescoço, na tarde de 4 de julho.

A faca usada no crime era da casa da tia de Fernando, onde ele morava há cinco anos.

Na época, a mulher relatou à polícia que Fernando teria esquizofrenia e tinha parado de tomar os medicamentos de uso contínuo. Após o crime, o acusado fugiu para Itaporã, onde ficou na casa de amigos e perambulando pelas ruas.

Dias depois ele voltou para Dourados, foi preso por guardas municipais na barreira sanitária da Avenida Presidente Vargas e confessou o crime.

*Com Campo Grande News

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais